Categorias

Como usar Corretamente Kits de Alimentação para Bebê?

Como usar Corretamente Kits de Alimentação para Bebê?

Bebês necessitam de atenção em todos os aspectos da sua vida para manterem um desenvolvimento saudável, com novas experiências e aprendizados a cada dia. Por isso, existem kits de alimentação infantis adequados para que eles não se machuquem e sejam capazes de desenvolver habilidades motoras.

Os kits de alimentação para bebês estão disponíveis em várias formas, tamanhos e cores, mas os antiaderentes e de materiais resistentes, como a melanina, são os favoritos, pois garantem uma higiene eficiente e resistem a quedas e brincadeiras.

Bebê comendo papinha com colherzinha na boca. Colher feita de material específico para não prejudicar o bebê.

Dar a colher, garfo ou faca (sem pontas) na mão de uma criança que está na frente de um prato de comida pode parecer loucura, pois ela irá fazer muita bagunça, mas acredite: essa é uma iniciativa extremamente importante. A bagunça faz parte, é saudável.

O que parece apenas uma grande meleca, na verdade, auxilia no desenvolvimento da coordenação motora e da autonomia de um jeito delicioso e divertido. Por isso, os kits de alimentação resistentes e adequados são necessários no dia a dia.

Utensílios Livres de BPA!

Logo BPA Free com escrita em preto e informações ao redor informando que o utensílio não é tóxico.O BPA (Bisfenol A) está presente na maior parte dos produtos feitos de plástico, pois confere resistência e transparência aos recipientes. Essa substância era muito comum em mamadeiras, pratos e utensílios usados para bebês, porém pesquisas mostraram que o contato desses produtos com BPA com a água fervente, usada na esterilização dos objetos, libera a substância do plástico e pode provocar a contaminação do organismo do pequeno.

Para fugir desse mal, basta procurar a marca de “BPA FREE” nos produtos ou usar utensílios de vidro.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), é ideal que o bebê seja amamentado até os 2 anos de idade, porém é interessante adicionar gradativamente complementos a sua alimentação a partir dos 6 meses, como papinhas e frutas raspadas. As papinhas podem ser oferecidas na hora do almoço e do jantar. Tudo é novo para o paladar do bebê, por isso oferecer diferentes misturas e sabores é fundamental para o seu desenvolvimento.

Papinhas podem ser salgadas, feitas com legumes e verduras batidas; ou doces, feitas com frutas. A textura também pode variar. Apresentar pequenos pedaços de legumes bem cozidos, que dissolvem na boca e dão uma sensação diferente para o pequeno, é uma boa opção para mães que querem que seus filhos não tenham “medo” dos legumes quando crescerem.Papinhas de legumes para bebês. Três potes com papinhas coloridas dentro e legumes do lado de fora do porte. Piso de madeira no chão.
A recomendação é não oferecer doces e comidas processadas nessa fase, pois a quantidade excessiva de açúcares, sódio e corantes pode “viciar” o paladar da criança. Se a mãe quiser dar um lanche no meio da tarde, frutas raspadas são uma ótima opção.

Talos de verduras variadas também podem ser uma boa experiência para os pequenos que já estão na fase de desenvolvimento dos dentes, pois eles mordem, chupam e se deliciam com algo simples e saudável. A variedade de sabores é o foco principal, pois o desenvolvimento do paladar da criança é muito importante para que ela se alimente de forma saudável no futuro.

O leite ainda é necessário, sendo 750 ml por dia para crianças de 6-12 meses, e a partir de 1 ano 600 ml por dia.

Posts Relacionados



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + oito =