Categorias


Posts Recentes

10 Dicas de presentes infantis até R$100,00

10 Dicas de presentes infantis até R$100,00

Vamos te ajudar a escolher os presentes para esse Natal no post 10 Dicas de presentes infantis até R$100,00 O Natal está chegando e já começamos a pensar nos presentes dos pequenos. A felicidade é tanta de receber um pacotinho do Papai Noel, que fica praticamente […]

15 Quartos com cama casinha montessoriana para se inspirar

15 Quartos com cama casinha montessoriana para se inspirar

A premissa do quarto montessoriano é a autoeducação. Nesse método, criado pela educadora italiana Maria Montessori, o quarto infantil deve contar com elementos que estimulem o desenvolvimento e autonomia dos pequenos, devendo ser posicionados em uma altura que a criança se sinta à vontade para explorar. […]

Como evitar o inchaço durante a gravidez

Como evitar o inchaço durante a gravidez

A gravidez é uma fase deliciosa na fase da mulher e da família. Porém, acompanhada de muitas alegrias, a grande maioria das gestantes sofre com inchaço, varizes, dores e outras doenças venosas que são comuns durante a gestação. Esses sintomas são comuns a partir do 5º mês e aumentando […]

Conheça os Sapatinhos Babo Uabu em Couro Ecológico

Conheça os Sapatinhos Babo Uabu em Couro Ecológico

Com qualquer acessório ou roupinha para bebês, o conforto e a segurança devem vir antes de qualquer coisa. Se é lindo, maravilhoso, mas não é confortável, nem adianta comprar. Quando falamos de sapatinhos então…. mais atenção ainda. Calçados infantis precisam ter um design e acabamento […]

5 acessórios diferentes e lindos para quarto de menina

5 acessórios diferentes e lindos para quarto de menina

Decorar o quartinho dos pequenos é muito gostoso e sempre acabamos encontrando centenas de acessórios e produtos que são fofíssimos. Tem cada coisa linda, né? Mas também tem cada acessório interessante e útil que não encontramos em qualquer loja e que pode dar aquele toque […]

5 Dicas para Proteger os Bebês dos Mosquitos

5 Dicas para Proteger os Bebês dos Mosquitos

Com diversos surtos de doenças transmitidas por mosquitos em nosso país, uma das dúvidas mais comuns das mamães é ‘Posso usar repelente no meu bebê’? A pele dos bebês é muito sensível e alguns pediatras recomendam o uso de repelentes infantis a partir dos 6 […]

10 dicas que toda mãe de primeira viagem precisa saber

10 dicas que toda mãe de primeira viagem precisa saber

Ser mãe de primeira viagem não é nada fácil, mesmo que a gravidez tenha sido minuciosamente planejada, as mulheres nunca estão de fato preparadas para passar por esse momento. Mas nada de entrar em pânico, além de fazer mal para você e para o bebê, […]

Organizadores vão além da prática e ajudam a educar crianças

Organizadores vão além da prática e ajudam a educar crianças

Você sabia que os móveis e objetos da sua casa também podem contribuir muito para o processo de educação das crianças? Os organizadores, espécies de sacos para comportar objetos, são verdadeiros aliados na hora de ensinar aos filhos como é possível manter um ambiente arrumado […]

Top 5 Melhores Produtos para Viagens de Carro com o Bebê

Top 5 Melhores Produtos para Viagens de Carro com o Bebê

É época de férias escolares e as viagens com a família começam a fazer parte desse mês de julho tão gostoso. É uma delícia juntar toda a família no carro e ir para o campo, praia, casa da vó e etc, não é? Por mais […]

10 dicas importantes para manter o bebê saudável no inverno

10 dicas importantes para manter o bebê saudável no inverno

No inverno, os papais e mamães geralmente têm trabalho dobrado para manter o bebê saudável. O tempo seco e frio torna o ar mais carregado de partículas de poeira e poluição. É o ambiente ideal para espalhar vírus e bactérias relacionadas com as doenças respiratórias, […]

Como ajudar seu filho com a lição de casa

Como ajudar seu filho com a lição de casa

A partir da idade escolar seu filho vai precisar de mais atenção. Isso porque agora ele iniciou um processo de aprendizagem nas competências escolares e necessita de acompanhamento especial voltado para esse tipo de atividades. Ou seja, não será o bastante cuidar da alimentação, higiene […]

10 modelos originais de body de bebê que vão te conquistar

10 modelos originais de body de bebê que vão te conquistar

Está precisando renovar o guarda-roupa da sua filha ou do seu filho? Então, você precisa conhecer 10 modelos de body de bebê com estilo e estampas muito fofos e divertidos. As roupinhas têm tecido confortável e seguro para a pele delicada dos bebês e detalhes que […]


Destaque

Os 6 erros da hora de dormir

Os 6 erros da hora de dormir

Fazer com que o filho durma bem — e a noite inteira — é uma das tarefas mais difíceis que pais e mães enfrentam. Porque não se trata de fazer a criança dormir, e sim ensiná-la que dormir é bom e gostoso, e que ela é capaz de adormecer sozinha, sem a ajuda de ninguém. Mas, muitas vezes os papais pecam na hora de pôr os filhos na cama. Veja abaixo os 6 erros na hora de dormir e o que fazer para solucioná-los.

Os especialistas do BabyCenter identificaram os 6 erros da hora de dormir cometidos pelos papais. A boa notícia é que todos esses problemas são solucionáveis. Mudanças simples na rotina fazem uma diferença enorme para corrigir os vícios de sono mais comuns.

Quando você conseguir, vai ver que seu filho ficará muito mais tranquilo, e, mais importante, a vida da família inteira vai mudar para melhor. E um aviso: há recaídas pelo caminho. Uma doença, uma viagem, uma mudança de hábitos já atrapalha tudo o que foi conquistado. Mas é só começar a corrigir os erros de novo que tudo vai dar certo e voltar ao normal.

Erro 1: pôr a criança na cama muito tarde

Hoje em dia as crianças dormem menos do que antigamente. Um estudo mostrou que crianças de 2 anos dormem hoje 40 minutos a menos, em média, que crianças da mesma idade da geração anterior. O resultado da falta de sono, segundo estudiosos, é que as crianças acordam mais à noite, têm dificuldade para adormecer e para dormir durante o dia.

É muito comum que os pais cheguem do trabalho tarde, e deixem a criança ir para a cama mais tarde para poder passar mais tempo com ela. Ou que a criança não tenha horários certos para dormir.

A especialista Jill Spivack, autora de um livro sobre como fazer crianças de até 5 anos dormirem bem (“The sleepeasy solution”), afirma: “Quando elas ficam cansadas demais, têm mais dificuldade de pegar no sono e de dormir um sono tranquilo; também acordam mais cedo”.

Quando a criança é mais velha, a culpa é muitas vezes da agenda superocupada. Você conhece a história: até todo mundo chegar em casa, jantar, fazer lição de casa etc., a hora de dormir acaba se atrasando mais e mais. E você acaba deixando, na esperança de que alguma hora as crianças acabem desmaiando de sono sem você ter de interferir.

Só que o plano não dá certo, pois, quando estão cansadas demais, as crianças ficam hiperativas.

Solução: Marque uma hora para a criança ir para a cama (e também para o sono de durante o dia) e siga esse horário. Não espere até ver seu filho bocejando, choramingando ou esfregando os olhos. Aí provavelmente ele já passou do ponto. Coloque-o na cama antes disso. Até 15 ou 20 minutos de sono a mais podem fazer uma bela diferença.

É verdade que cada criança é diferente, mas vai uma regra geral: bebês e crianças de até 3 anos normalmente precisam dormir 11 horas à noite. Quando deixam de dormir durante o dia, as crianças precisam de 12 horas, e quando ficam mais velhas podem dormir de 10 a 11 horas.

Erro 2: apelar para o movimento

É difícil não sucumbir a esse truque quando o bebê é pequeno. Ele não dorme de jeito nenhum: você coloca no carrinho, balança no colo, deita com ele na rede, caminha com ele pela casa e pronto, a paz voltou a reinar.

Não há problema em recorrer ao balanço e ao movimento como um dos últimos recursos, em situação de emergência, mas alguns pais e mães acabam caindo na armadilha de usar sempre a mesma estratégia para fazer a criança dormir.

“Quando a criança sempre dorme em movimento — em carrinhos ou no carro –, ela não chega a ter aquele sono mais profundo e restaurador”, diz o pediatra Marc Weissbluth, também autor de um livro sobre o assunto (“Healthy sleep habits, happy child”). Pense na qualidade do seu sono quando está no ônibus, ou no avião.

Solução: Use o movimento e o balanço para acalmar a criança, mas não para fazê-la dormir. E, se não tiver jeito, procure completar o sono sem o balanço: estacione o carrinho, desligue o balanço do bebê-conforto. Se a viagem de carro for comprida, porém, desencane. É uma vez na vida e não vai haver problema nenhum. Aproveite e aprecie o silêncio!

Erro 3: excesso de estímulos
Veja o móbile do berço, por exemplo: às vezes, em vez de acalmar e distrair a criança, ele a acorda ainda mais. Cuidado com sons altos e cores muito intensas. Para crianças maiores, é bom tirar o excesso de brinquedos da cama ou do berço.

Solução: Mantenha o quarto bem escuro à noite, e elimine tudo o que chame a atenção da criança na hora de dormir. Para bebês, numa escala de 1 a 10, sendo 10 o mais escuro, o quarto deve estar no 8 ou no 9, diz Spivack.

Para crianças mais velhas, é possível manter uma luz no quarto, para afastar os medos, mas que não seja suficiente para outras brincadeiras. Por isso também é melhor não manter a TV ou o computador no quarto da criança.

Erro 4: não seguir um ritual na hora de dormir

Com um bebê, é mais fácil seguir a mesma rotina todo dia: um banho, alimentação, uma história ou uma música. Mesmo que você ache que a criança ainda não entenda, a previsibilidade da rotina ajuda a acalmá-la.

Muitas vezes, os pais acabam abandonando esse tipo de rotina quando os filhos ficam maiorzinhos (ou porque acham que a criança não precisa mais ou porque simplesmente estão exaustos demais para pensar nisso). Mas até para os adultos a instalação da rotina é positiva.

Solução: Crie um ritual para a hora de dormir e siga-o sempre. Não importa a idade da criança. O ritual ajuda a dar “pistas” a ela de que é hora de começar a sossegar.

Erro 5: fazer as coisas cada dia de um jeito

Alguns dias por semana, quando seu filho está bem manhoso, você se deita com ele até ele adormecer. Outros, deixa que ele pegue no sono no sofá da sala, assistindo à TV. E de vez em quando, obriga-o a dormir sozinho no quarto, reclame o quanto reclamar.

O problema não é o método, mas a inconstância. Pode ser até que você não se incomode de dormir no quarto dele, ou de tê-lo na sua cama a noite toda, mas na maioria das vezes os pais acabam presos numa situação que não teriam planejado se tivessem a opção.

Você conhece bem o caso. Uma hora da manhã. A criança chora, você vai até o quarto, espera ela se acalmar e volta para a cama. Uma hora depois, a mesma coisa. Da próxima vez, lá pelas 3h, você não aguenta e a leva para sua cama, para que ela finalmente durma. Nesse caso, a mensagem que você está passando para o seu filho é: insista bastante, que você vai acabar conseguindo o que quer.

Solução: Crie (e siga!) regras sobre o lugar de dormir.

Se você não quer que seu filho vá todo dia para sua cama, deixe isso bem claro. Explique que ele tem de dormir na cama dele. No começo, talvez você precise levá-lo de volta algumas vezes (ou muitas!). Mas não desista. Ele vai acabar absorvendo a regra.

É claro que há exceções. Se ele está doente, ou há uma tempestade lá fora, você pode deixá-lo ficar um pouco na sua cama, ou num colchão no seu quarto. Mas, assim que a situação extraordinária acabar, retome a rotina e explique que ele tem de dormir na cama dele.

Há quem não se importe em dividir a cama com as crianças. Se todo mundo estiver feliz, não há problema nenhum. O que não vale é mudar de opinião dependendo do dia, porque aí seu filho não vai ter a segurança de saber qual é o lugar certo para ele dormir.

Erro 6: passar do berço para a cama antes da hora

Seu filho completa 2 anos, e a família toda fica feliz e empolgada para mudar o quarto dele e colocá-lo numa cama para crianças grandes. Ou tem um irmãozinho chegando, e o berço passa para ele.

Só que, logo depois da mudança para a caminha, a criança começa a acordar no meio da noite, ou se recusa a adormecer.

Há muitas crianças que, até os 3 anos, ainda não estão prontas para deixar a segurança do berço para trás.

Solução: Espere até a criança estar pronta para deixar o berço, ou volte atrás e traga o berço de volta.

Perto dos 3 anos, pode ser que seu filho esteja ficando pronto para ir para a cama. Cada criança tem seu ritmo. Você pode colocar a cama no quarto por um tempo, até a criança se acostumar, ou então deixar um colchão no chão para sonecas da tarde.

É mais ou menos como o desfraldamento. Às vezes voltar atrás é a melhor solução. Voltar para o berço não é uma tragédia. Por mais que adore o berço, não há nenhuma chance de ele ficar até os 10 anos nele…

Confira aqui 5 segredos para seu filho dormir melhor:

[wpdevart_youtube]3LScVdpzxy4[/wpdevart_youtube]

Acesse nossa loja online para presentes e produtos infantis, nacionais e importados!
www.osapoeaprincesa.com.br